Tratamentos corporais - CELULITE

#Causas

Celulite é o nome popular da lipodistofia ginóide, que é uma alteração que afeta vasos, tecido gorduroso com depósitos de gordura sob a pele, causando um aspecto ondulado da pele, com caroços e depressões, tipo “casca de laranja” em algumas áreas do corpo. Costuma ocorrer nos quadris, coxas, nádegas e braços.

Afeta 95% das mulheres após a puberdade.

Em homens é raramente vista.

O grande problema da celulite é a baixa autoestima que ela causa.

A causa não é definida, mas vários fatores predispõem à celulite parecem ser:

  • Hereditários – o fator genético é importante, tais como: sexo, etnia, formato do corpo e distribuição de gordura.
  • Problemas circulatórios – prejudica a drenagem das toxinas
  • Alterações hormonais – níveis elevados de estrogênio e progesterona favorecem a retenção de água e estimula o crescimento das células adiposas. Pílula anticoncepcional, alterações com elevação dos níveis de estrogênio. O uso de corticoides também pioram o quadro.
  • Alimentação – alimentação rica em açúcares, gorduras e carboidratos
  • Estilo de vida – sedentarismo prejudica a circulação sanguínea e linfática.

 

Graus da celulite

Existem vários graus de celulite, desde somente as depressões que aparecem quando se pinça a pele com os dedos até o aspecto em colchão com nódulos sempre visíveis e aspecto “casca de laranja”.

  • Grau I: assintomático, sem lesões, com história familiar.
  • Grau II: alterações visíveis ao contrair os músculos ou pinçar a pele
  • Grau III: ondulações visíveis, aspecto em “casca de laranja”. Pode doer.
  • Grau IV: Nódulos dolorosos, relevo da pele cheio de ondulações e depressões.

Atualmente, utiliza-se mais a “Cellulite Severity Scale”, desenvolvida por dermatologistas brasileiros, para melhor definir os graus de celulite.

Essa classificação avalia as principais características da celulite:

  • Número e profundida de depressões;
  • Aspecto das áreas elevadas da celulite
  • Presença de lesões elevadas;
  • Presença de flacidez
  • Graus da classificação antiga

Os itens acima são pontuados de zero a três. E a soma total é avaliada:

  • Leve (1 a 5 pontos)
  • Moderada (6 a 10 pontos)
  • Grave (11 a 15 pontos)

 

O tratamento da celulite é um dos maiores desafios na dermatologia.

 

Não é importante somente o tratamento, mas a mudança no estilo de vida, manter hábitos saudáveis, alimentação com menor quantidade de açúcar, gorduras e carboidratos, parecem melhorar, pela redução da gordura. Ingerir bastante água e praticar atividade física aeróbica.

 

#Cremes para celulite 

A eficácia dos cremes é duvidosa. E são caros. Os mais utilizados contêm substâncias ativadoras da circulação sanguínea no local. Normalmente são usados na hora das massagens.

 

#Drenagem Linfática

É uma massagem suave que acompanha o trajeto dos vasos linfáticos. Deve ser feita delicadamente, sem pressão excessiva, para ajudar a drenar os líquidos e impurezas corporais.

A drenagem linfática diminui os níveis de toxinas, inchaços e combate a retenção de líquidos. Além de melhorar a oxigenação da pele e auxiliar nos tratamentos para celulite e gordura localizada.

Os vasos linfáticos são responsáveis por ajudar o sistema vascular sanguíneo a remover as impurezas do sangue.

Entre outros efeitos, a drenagem auxilia o funcionamento do intestino, a absorção de nutrientes pelo trato digestivo e ajuda na desintoxicação da musculatura (fadiga). Melhora a oxigenação das células, a circulação sanguínea e eliminação de toxinas.

Ainda tem propriedades relaxantes, com efeito analgésico.

 

#Subcisão

É um procedimento de pequena cirurgia com agulhas específicas que descolam a pele, melhorando as depressões da celulite.

#Bioestimuladores de colágeno

Podem ser utilizados a hidroxiapatita de cálcio e o ácido poliláctico:

Tratamento  injetável, nas áreas com depressões (furinhos da celulite), com resultados muito bons. Após alguns meses, ocorre a hiperprodução de colágeno com nivelamento da pele.

 

#Ultrassom

Um dos mais utilizados é o Manthus, um equipamento preciso e versátil, constituído por geradores de Ultrassom e Correntes de estímulos elétricos. Indicado para tratar gordura localizada, celulite de todos os graus e pós-operatório de cirurgias plásticas.

 

É um tratamento totalmente indolor de no mínimo dez sessões por área, uma ou duas vezes por semana.

 

#Endermoterapia

A endermoterapia ou vacuoterapia, é uma técnica que. A técnica consiste no contato de um aparelho massageador que proporciona a sucção sobre a pele. Age estimulando a circulação linfática,

Indicada para reduzir o incômodo que a celulite provoca.

São recomendadas no mínimo dez sessões, três vezes por semana.  As sessões duram entre trinta minutos a uma hora, dependendo do tamanho da área

 

#Radiofrequência e Criofrequência

Aparelho que age aquecendo de forma controlada a área tratada, produzindo novo colágeno. São mais indicados nos casos de celulite associados à flacidez. E devem ser usadas baixas energias.

Mínimo de seis a dez sessões semanais que demoram de uma hora a uma hora e meia, dependendo do tamanho da área a ser tratada.

 

#Lipocavitação

O tratamento age através de um aparelho de cavitação ultrassônica, que chega até as células de gordura, provocando seu rompimento.

Os resultados são visíveis já nas primeiras sessões, podendo haver redução de até 3 cm.

É indicada para celulite, gordura localizada, flacidez.

Pode ser realizada em abdome, cintura, coxas, parte interna dos braços, e nas costas.

O número de sessões varia de paciente para paciente.

Abrir chat
Precisa de ajuda?